Exposição “Afrofilisminogravuras – Comunidade Quilombola Porto de Trás” – até o dia 22 de Janeiro de 2012 no espaço cultural Bataclan, em Ilhéus.

Anúncios
Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Confira as notícias na Mídia da Exposição Afrofilisminogravura!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Making-of

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Novidades!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

PROMOÇÃO

Devido ao grande sucesso, a exposição Afrofilisminogravura fica até quarta (24 de novembro)  no Teatro Municipal de Ilhéus. Se voce ainda não visitou, não perca a oportunidade! 

Para quem divulgar na sua página na Rede Social, além de valorizar a arte, também concorre a um livro!

Saiba como:

Coloque o convite abaixo no álbum da rede social que você participa (Orkut ou Facebook) + o endereço deste blog na legenda e mande o link da sua página para nosso e-mail afrofilisminogravura@gmail.com.

Assim, você concorre ao livro “Da porteira para fora: mundo de preto em terra de branco” do escritor Ruy do Carmo Póvoas.

Participe!

Publicado em Uncategorized

O Projeto

O Projeto AFROFILISMINOGRAVURA está baseado em pilares da Pedagogia, da Cultura e das Artes Plásticas para promover por meio do ensino-aprendizagem, da pesquisa, da produção artística e do registro da Cultura Quilombola, gerando assim reflexão acerca de uma obra que possui uma técnica original e grande carga simbólica.A Pequena Militante - imagem símbolo do Afrofilisminogravura

Indio

Papel cartão, caneta espefrográfica e betume dão forma à filisminogravura, técnica original de Ayam U'Brais

"Cangaceiros" em filisminogravura

A Filisminogravura é uma técnica de desenho concebida por Ayam U’Brais na qual são utilizados recursos inovadores do chiaroscuro, uma das novidades da pintura de Leonardo da Vinci, além de referências da Xilogravura. Para dar forma às suas obras, o artista usa como suporte o papel cartão e, como ferramentas de registro, caneta esferográfica e betume. O nome da técnica inventada pelo artista provém da junção de “Filismina” nome da sua avó, que o estimulava a desenhar, e “gravura”, pela natureza da sua obra. É na relação entre a cultura afro-brasileira e artes plásticas que resultará a exposição AFROFILISMINOGRAVURA a qual, certamente, promoverá uma bela experiência estética aos seus visitantes.

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários